Clique na imagem para ver detalhes
Exportações crescem 5,6% em janeiro
2013-03-12
 
INE diz que importações caíram 6,9%

As exportações de bens aumentaram em janeiro 5,6%, com as importações a caírem 6,9% no mesmo período, em comparação com janeiro de 2012, avança esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os resultados do primeiro mês do ano, quando se compara o primeiro trimestre terminado em janeiro com igual período do ano passado (aumento de 1% das exportações e queda de 6,4% nas importações) acabam por permitir uma redução do défice da balança comercial em 1.006,5 milhões de euros.

Em termos mensais (comparação com o mesmo mês do ano anterior), as exportações caíram em dezembro 2,9% e as importações 6,7% em dezembro de 2012.

Em comparação com dezembro de 2012, as exportações aumentaram 19,6%, «devido à evolução positiva verificada na quase totalidade dos grupos de produtos, mas em especial nos Veículos e outro material de transporte e, com maior dimensão» no comércio com países da União Europeia, explica o Instituto Nacional de Estatística.

As importações aumentaram 5,3% neste mesmo período.

Link para a notícia da TVI24
 
     
     
 
 
2013-03-12
Exportações crescem 5,6% em janeiro
 
2013-03-12
Exportações crescem 5,6% em janeiro
 
2013-03-12
Exportações crescem 5,6% em janeiro
         
 
2012-10-24
Portugal tem a segunda maior reserva de ouro do mu
 
2012-10-24
Portugal tem a segunda maior reserva de ouro do mu
 
2012-10-24
Portugal tem a segunda maior reserva de ouro do mu
         
 
2012-09-24
Produção industrial sobe mais cá do que na Europa
 
2012-09-24
Produção industrial sobe mais cá do que na Europa
 
2012-09-24
Produção industrial sobe mais cá do que na Europa
         
 
2012-09-24
Terminal de Sines: fatura do gás deverá baixar
 
2012-09-24
Terminal de Sines: fatura do gás deverá baixar
 
2012-09-24
Terminal de Sines: fatura do gás deverá baixar
         
 

Novas instalações
 

Novas instalações
 

Novas instalações
         
 
     
 
portugues english - brevemente espanol - brevemente